“Buraco Negro” criado em laboratório confirma teoria de Hawking

Confirmado filme sobre Ayrton Senna!
06/11/2016
Erva-dos-Sonhos-Africana- conheça essa incrível planta
08/11/2016

“Buraco Negro” criado em laboratório confirma teoria de Hawking

Em 1974, o físico Stephen Hawking teorizou uma hipótese de que a radiação poderia escapar dos buracos negros. Mais de 40 anos depois, uma pesquisa publicada na Nature confirmou a teoria e mostrou que, de alguma maneira, é possível escapar dessa região espacial em que “tudo” é engolido.

buraco-negro-nasa

Os pesquisadores da Technion-Israel Institute of Technology, conduzidos pelo cientista Jeff Steinhauer, criaram um buraco negro sônico em um condensado de Bose-Einstein — um estado no qual os átomos são resfriados para perto de zero absoluto e podem ser melhores estudados. Os cientistas manipularam esse conglomerado de átomos frios por meio de uma armadilha magnética e, por fim, utilizaram um laser de grande diâmetro  para ser criado o buraco negro de som.

Jeff Steinhauer levou sete anos para aperfeiçoar a técnica. Como resultado, observou que os fônons (energia sonora) estavam vazando do “horizonte de eventos” do buraco negro, da mesma maneira que Stephen Hawking havia teorizado em 1974.  O “horizonte de eventos”é uma fronteira teórica ao redor de um buraco negro a partir da qual a força da gravidade é tão forte que nada escapa, nem mesmo a luz. Isso acontece porque a velocidade da luz, por exemplo, é inferior à velocidade de escape do buraco negro.

“Nós vimos uma distribuição térmica da radiação, estimulada por flutuações de vácuo quântico”, disse Jeff. “Isso confirma a predição de Hawking sobre a termodinâmica do buraco negro. Essa confirmação rendeu indicação ao Nobel para Sephen.

 

Comentários

Jonathan N. Ramos
Jonathan N. Ramos
Sou Jonathan, tenho 20 anos, nascido em Valhalla, NY. Fotógrafo amador, apaixonado pela natureza, filosofia, cinema. Sempre acompanhado de uma xícara de café e uma boa música! "Sejam todos muito bem vindos ao mundo maravilhoso das curiosidades!"

25 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mostrar
Esconder
//]]>