5 Filmes existencialistas para fazer você pensar
11/10/2016
Camuflagem humana- Você não vai acreditar no que essa pintora é capaz de fazer
12/10/2016

20 anos sem Renato Russo

Hoje dia de 11 de Outubro de 2016 temos um aniversário não lá muito feliz, pois trata-se do aniversário de morte do astro do Rock Nacional e líder da Legião Urbana, Renato Russo.

renato_russo_20_anos_de_morte_caricaturaQuis o trágico destino que Renato, nascido na madrugada de 27 de março de 1960, em uma clínica do Rio de Janeiro, falecesse em outra madrugada, a de 11 de outubro de 1996, na mesma cidade que á partir de onde se tornou uma espécie de mito da música nacional.

No último mês de vida, Russo praticamente não comia. Só bebia água de coco. Saul Bteshe, seu médico por oito anos, conta que, nos primeiros meses após descobrir a doença, o artista reagiu com otimismo. Já mais perto de sua morte, caiu em profunda depressão. Quando o cantor foi a seu consultório pela primeira vez, Bteshe desconhecia a Legião. Ele perguntou se eu não o estava reconhecendo, lembrou Bteshe, que o acompanhou em shows na fase avançada da doença.

Russo soube que tinha Aids depois de ter namorado Robert Scott Hickmon, que o roqueiro conheceu em Nova York, em novembro de 1989. Morador de San Francisco, Scott era gay e tinha um namorado vítima da Aids. Russo e Scott viveram juntos alguns meses no Brasil, antes de o americano voltar para os Estados Unidos, no final de julho de 1990, quando usaram heroína juntos.

“Foi fogo”. O namorado do Scott estava em estado terminal de Aids e mesmo assim o Renato se envolveu com ele, diz a amiga Leonice de Araújo Coimbra, a Léo, que estava com Russo em Nova York, em novembro de 1989, quando o romance começou. Em 1990, ela recebeu o músico em sua casa, em Brasília, ele segurava o resultado de um exame. Chorando, abraçou forte a amiga e desabafou: “Sou HIV positivo”. Léo afirma: Renato tinha certeza que pegou Aids do Scott. Ele foi embora e ninguém soube mais dele.

Renato nunca assumiu a Aids publicamente. Em 1992, perguntado por um jornalista, disse: Não estou com Aids, que pergunta idiota. Porém, para a tristeza dos fãs a verdade era outra e naquele fatídico mês de outubro de 1996 o Brasil perderia um dos mais influentes poetas/compositores de sua história.

Apesar da morte prematura, Renato Russo e Legião Urbana, são fonte de inspiração para os jovens brasileiros, geração após geração.

Eu, fã que sou, costumo dizer que todo jovem em algum momento da sua adolescência ouvirá Legião Urbana e será inspirado pelas letras de Renato Russo. Pois nunca houve e talvez nunca haverá um cantor e compositor com tamanho poder para representar o sofrimento e a ideologia dos jovens, como Renato Manfredini Junior. Assim como podemos ver no vídeo abaixo:

Saudades eternas e força sempre!

Comentários

Daniel D'Angelo
Daniel D'Angelo
Sou Daniel, tenho 34 anos, mineiro, nascido na linda cidade de Poços de Caldas - MG. Webdesigner, programador, geek, cinéfilo, workaholic e curioso nato, também um amante dos animais e de assuntos curiosos, tais como: ufologia, criptozoologia, mundo animal, filosofia e outros. "Sejam todos muito bem vindos ao mundo maravilhoso das curiosidades!"

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mostrar
Esconder
//]]>